Tecnologia do Blogger.

[RESENHA] Doutor Sono

by - 15:47





Doutor Sono
Autor: Sthepen King
Editora: Suma de Letras
Ano: 2014
Número de Pags: 475
Nota:



Ano passado eu finalmente decidi me aventurar a ler algo do grande mestre Stephen King, e devo dizer que que ele não me decepcionou, mesmo com as expectativas estando tão altas. Pegar para ler O Iluminado foi uma experiência aterrorizante e maravilhosa. Mesmo tendo noção do que aconteceria por já ter assistido ao filme, ver como a história se desenvolveu de forma totalmente diferente, para outro ponto, e como os personagens são bem mais aprofundados fez valer a pena cada página.

Esse ano, peguei a continuação, Doutor Sono, para ler e saber o que, enfim aconteceu com o pequeno Danny Torrance depois daquele terror que ele passou dentro do Hotel Overlook.



Sinopse

Mais de trinta anos depois, Stephen King revela a seus leitores o que aconteceu a Danny Torrance, o garoto no centro de O iluminado, depois de sua terrível experiência no Overlook Hotel. Em Doutor Sono, King dá continuidade a essa história, contando a vida de Dan, agora um homem de meia-idade, e Abra Stone, uma menina de 12 anos com um grande poder. Seus destinos se cruzam com uma tribo chamada Verdadeiro Nó, que viaja em trailers pelas rodovias da América. Eles parecem inofensivos-em sua maioria idosos, com roupas fora de moda, vivendo vidas nômades. Mas como Dan sabe, e Abra logo irá descobrir, o Verdadeiro Nó é um grupo quase imortal, que se alimenta do vapor exalado por crianças iluminadas quando são lentamente torturadas até a morte.

Assombrado pelos habitantes do Overlook Hotel, onde passou um ano terrível de sua infância, Dan ficou à deriva por décadas, desesperado para se livrar do legado de alcoolismo e violência do pai. Finalmente, ele se instala em uma cidade de New Hampshire, onde encontra abrigo em uma comunidade do Alcoólicos Anônimos que o apoia e um emprego em uma casa de repouso, onde seu poder remanescente da iluminação fornece o conforto final para aqueles que estão morrendo. Ajudado por um gato que prevê a morte dos pacientes, ele se torna o Doutor Sono.

Então Dan conhece Abra Stone, uma menina com um dom espetacular, a iluminação mais forte que já se viu. Ela desperta os demônios de seu passado e Dan se vê envolvido em uma batalha pela alma e sobrevivência dela. Uma guerra épica entre o bem e o mal, uma sangrenta e gloriosa história que vai emocionar os milhões de fãs de O Iluminado e satisfazer os leitores deste novo clássico da obra de King.


Primeiramente, preciso avisar que eu não achei o livro ruim. Muito pelo contrário, ele tem uma leitura super fluída, característica que notei ser do autor. A história tem uma pegada muito interessante, e apesar de você já saber como vai terminar tudo, ainda me surpreendi. Entretanto, admito que comecei a ler com uma expectativa muito grande e errada. 

Como eu li o livro quase em seguida de O Iluminado, naquele momento não me passou pela cabeça que se passou anos para que a continuação fosse lançada. Eu imaginei que voltaria para aquela atmosfera aterrorizante do hotel, que faz você olhar para trás e para os lados várias vezes durante a leitura só para ter certeza de que não tem algum fantasminha camarada ali do seu lado. E bom, não foi isso o que eu encontrei no livro. 

Doutor Sono foi criado com o intuito de responder á frase: O que aconteceu com Danny Torrance, aquele garotinho que viveu tantos horrores?

Encontramos ele agora mais velho, e perdido na vida. Ter a iluminação junto a si se mostra um tormento, que ele só consegue esquecer enquanto está bêbado. E é aí que o encontramos, seguindo alguns passos do pai, que ele sempre prometeu se manter afastado. Vemos como ele convive com seus poderes especiais, como ele vai encontrando um rumo aos poucos depois de encontrar ajuda, e como ele vai se acostumando ao poder que carrega, controlando-o (tanto quanto pode ser controlado) e convivendo com ele.

Também há o encontro dele com a mente de mais um iluminado, uma garotinha chamada Abra. Desde que nasceu, ela tem estado em contato com seus poderes, mesmo sem saber exatamente o que é. Uma das partes mais legais do livro é ver essa interação, onde ela descobre que não é a única que possui esse dom, e que pode compartilhar suas angústias, assim como aprender com alguém que sabe exatamente pelo que ela passa.

Os vilões do livro parecem bastante interessantes, cruéis e com aquele toque sobrenatural, mas que foi pouco aproveitado. Apenas depois da metade do livro eles começam a tomar conhecimento da ameaça um do outro, e então se mantém o mistério se vão manter a situação como está, ou se farão algo a respeito.

O livro tem a escrita maravilhosa de King, de fácil leitura e quando você percebe, já leu mais de 50 páginas. Gostei do livro, e embora ele tenha corrido para um rumo totalmente diferente do que eu esperava, eu recomendo muito a leitura para acompanhar mais uma vez o pequeno (não mais tão pequeno assim) Dan Torrance. Só não comecem com as expectativas iguais à minha, e será uma leitura maravilhosa!

You May Also Like

0 comentários