Olá!!

Hoje eu vim aqui para falar sobre esse livro maravilhoso que me conquistou de uma forma que eu não estava esperando. Foi tão gostoso e empolgante de ler, que apenas o fato de ler no celular me desacelerou.

O Saotur é um livro de fantasia escrito pela autora Natália Smirnova Moraes, que cedeu um exemplar para que eu pudesse ler e dizer o que eu achei. Já posso dizer que ganhou mais uma fã!


O Saotur
Autor: Natalia Smirnova Moraes
Editora:Natalia Smirnova Moraes
Ano: 2016
Número de Págs: 230
Onde Comprar: Ebook | Impresso
Site da autora: nsmoraes

Sinopse

Se o bater das asas de uma borboleta pode causar uma tempestade do outro lado do mundo, poderia então uma pérola afetar o destino de uma raça inteira?

Depois de se aventurar pelo mundo em um navio de saqueadores e criminosos, Constantin Teller é levado por um trágico naufrágio à terras das quais o mundo nunca ouviu falar. Terras guardadas por escudos de Menelau como se fossem o maior dos segredos. O forasteiro é resgatado por Lyhty Morken Fin, uma jovem que chama a atenção pelo olhar de cor púrpura e vitalidade contagiante, e que torna-se uma amiga para a qual ele confessa uma vida de crimes e promiscuidade. Aspirante a escritor, Constantin deseja espiar seus crimes quando é levado até a capital onde passa a morar. Mas nem tudo está em paz nessas terras estranhas e a aparição do forasteiro apenas esquenta ainda mais os ânimos de um povo dividido, de uma raça oprimida e de um castelo envolto em mistérios. Um confronto entre o povo das águas e o reino já é inevitável.

Aventuras, segredos, traições, orgulho e amores proibidos são apenas algumas das facetas de um lugar cuja existência foi oculta por séculos. Histórias envolventes que vão mudar o rumo de muitas vidas, criaturas majestosas e revelações chocantes ilustram os capítulos deste livro.


Quando peguei esse livro, sabia que uma aventura me esperava, mas eu não sabia que iria encontrar uma que me cativasse tanto. Conhecer um novo mundo, a princípio tão confuso quanto Constantim, foi divertido e aconchegante, e fiquei aflita quando vi que ele estava ameaçado pela guerra iminente entre as duas raças que viviam lá.

Entramos em um mundo em que existe magia, pessoas com habilidades extraordinárias, como os próprios Saotur, ou os monges de Ayohan e a realeza, mas sobretudo onde existe medo, rancor, vingança e muitos segredos. Natalia nos mostra como duas raças que convivem em um mesmo espaço existem em um ponto de tensão, e que quando existe o encontro delas no meio da narrativa, vemos que na verdade, eles não são tão diferentes assim, e temem um ao outro por serem desconhecidos.

Os personagens são extremamente cativantes, e eu me angustiei e me alegrei por todos eles, até mesmo os que passaram um tempo curtíssimo comigo durante a leitura, como Lotus. Torci para que Constantim fosse aceito nesse novo mundo e deixasse aquela sua vida de crimes para trás. Sofri junto ao pequeno Sphere, tão novo e já sofrendo tantos abusos apenas por nascer e ser quem é. Fiquei super feliz com o romance entre Lotus e Helena, mesmo com todos os problemas que enfrentaram (desculpe Orfeu, mas eu torci por eles). Teve um certo aprofundamento e achei que foram muito bem apresentados. Já sinto falta de todos!! 

Uma das coisas que eu gostei foi sobre o reino ser aquele ponto enigmático, que existe, mas ao mesmo tempo não existe. O lugar é protegido por uma barreira mágica, e quando você passa por ela, ele simplesmente some. Me fez pensar sobre esses lugares misteriosos do mundo onde as pessoas somem, brincando com o mistério de que pode não existir, mas que também pode ser real. No livro de Brom, "O Ladrão de Crianças" também existe um mundo escondido ligado à realidade, e eu gosto muito desse conceito. Fiz uma resenha dele, quem tiver interesse pode lê-la Aqui.

Infelizmente não tenho fotos do livro porque li em ebook, mas posso falar que a história te um ritmo bom, mostrando coisas acontecendo no presente e no passado, e ao fim mostrando muitas respostas para muitas perguntas, e criando outras dez. Acabei o livro super curiosa sobre o mistério que envolve o castelo, as intenções de Ayohan e quem ou o que exatamente, é a realeza. O livro acabou muito bem, por ser o primeiro livro, e deixando vários tópicos em aberto que espero que sejam explicados nos próximos.

Eu recomendo muito esse livro, a todos! Ele tem a harmonia certa entre fantasia, mistério, romance e intrigas. Um pouco de suspense e tudo envolvido por muitas camadas de reflexão.

Logo em cima tem o link para adquirir o ebook e a edição física, que espero também logo ter em minha coleção, porque valeu muito a pena! Quem quiser saber mais sobre a autora, visite nosso espaço de Parcerias!

E ai, gostaram da resenha? Ficou morrendo de acompanhar essa história assim como eu? Comenta aqui, suas opiniões são sempre bem-vindas!




3 Comentários

  1. Muito obrigada pelo carinho e dedicação. Amei! Em breve vem o segundo e posso revelar que a história pega fogo já no prólogo! Beijos ;)

    ResponderExcluir
  2. Quero ler esse livro :o
    Mais um livro pra listar em "Nomes estranhos de personagens" hahahaha



    Minha Fuga da Realidade

    ResponderExcluir
  3. Com certeza esse entra para a minha lista de leituras. É sempre incrível quando sentimos junto com os personagens e eles nos cativam, e ainda é de fantasia (é o meu genero preferido) não posso perder essa. Adorei a resenha.

    ResponderExcluir