[Entrevista] Autora Luisa Aranha


Olá queridos leitores e não leitores, tudo bem com vocês? Neste post vamos conhecer um pouco mais sobre uma autora maravilhosa, Luisa Aranha! Ela nos cedeu alguns minutinhos de seu tempo para responder algumas perguntas e falar um pouco mais sobre sua obra e sobre si mesma para nós. Vamos então às perguntas!

Como surgiu a ideia para o causos e prosa?
Eu sempre escrevi. Mas mostrava apenas para minhas amigas. Quando fui morar em outra cidade, parecia ser mais difícil estar mostrando para as amigas, então resolvi criar o blog. Foi uma forma de poder estar presente na vida das pessoas que estavam distantes. 

O blog influenciou de alguma maneira na literatura?
Acho que o meu jeito de escrever é o mesmo no blog ou em livros. Claro que no blog são textos mais curtos e motivadores, mas o estilo é o mesmo e, com certeza, o exercitar do escrever no blog, ajudou muito a desenvolver a minha escrita. 

Você tem bastante livros escritos, qual o seu favorito e porque?
Nossa… essa pergunta é tipo perguntar a uma mãe qual o seu filho favorito. Hahahaha. É impossível! Escolher um e mais difícil justificar. Mas com certeza entre os meus favoritos estão a duologia Amor & Sexo (que agora ganhou um volume único na Amazon com o nome de Amor Virtual) e Apenas o nada. Por que? Não sei… acho que porque o protagonista da duologia é meu personagem masculino preferido e Apenas o nada porque era uma história que precisava ser contada. 

Tem algum livro seu que tem vontade de reescrever ou modificar algum trecho?
Acho que não. Acho que as histórias são contadas como devem ser. Mudar o livro depois de escrito perde um pouco do encanto de se escrever. Mas é óbvio que toda vez que leio algo que eu escrevi penso que podia ter feito melhor! Hahahahaha.

Vimos que você se aventura escrevendo dramas, romances, contos, hot.. Qual seu gênero literário favorito de escrever?
Eu costumo dizer que eu escrevo romances contemporâneos. Porque isso engloba todos esses gêneros. Eu gosto mesmo é de escrever histórias de pessoas comuns, que podem ter acontecido com qualquer um de nós e que faz com que os leitores se identifiquem. Meus personagens são pessoas como a gente, com qualidades e defeitos e que vivem histórias que nós poderíamos viver. 

De todos os seus livros, qual deles você mais teve dificuldades para escrever? E por que?
Apenas o nada. Porque é um drama bem pesado, que fala sobre violência contra a mulher, estupro, relacionamento abusivo e todas as consequências disso na vida de uma pessoa. Foi um livro dolorido e que chorei demais. Até porque todas as cenas de violência dele são reais, baseadas em entrevistas que fiz com mulheres que sofreram esse tipo de violência. 

Tem vontade de se aventurar em outros gêneros como terror ou fantasia?
Fantasia não é pra mim. Como disse gosto de histórias reais. Dificilmente eu me aventuraria nesse gênero. Terror talvez.. mas seria mais algo pro lado do terror psicológico que do terror sobrenatural. 

Você sempre trás novidade para os leitores, como você consegue organizar seu tempo para produzir tanta coisa bacana?
Ultimamente eu não ando conseguindo tanto. Minha vida mudou drasticamente nos últimos meses e ainda estou tentando me reorganizar. Mas eu sempre escrevo. Todos os dias. Dou preferência para escrever pela manhã, quando a cabeça ainda não está fervilhando com todas as outras obrigações da vida da gente. E o resto do tempo dividido entre trabalhos, ser mãe, dona de casa e tudo mais. 

Como foi seu inicio na literatura?
O primeiro livro que lancei foi em 2010. Mas na época a gente ainda não tinha Amazon e tantas facilidades como hoje.  Acho que foi mais complicado e por isso acabei saindo de cena e me dedicando a outras coisas, até retomar a carreira literária em 2016. As coisas são mais fáceis hoje. 

Como você lida com as críticas de seus leitores?
Eu não tenho problemas com críticas. O que me incomoda são as falsas críticas. Infelizmente, hoje em dia, a gente vê um monte de gente tentando sabotar o outro na literatura. Só que livro não é igual a carro, que tu compra um e fica anos sem trocar. Livros são consumidos de forma rápida e tem lugar pra todo mundo. 

Queremos trazer mais autores nacionais para nossos leitores. Por favor, nos indique três deles!
Mari Monni (minha parceira na escrita de Meu vizinho indiscreto)
Andreia Evaristo
Camila Deus Dará

Deixe um recado para aqueles que já são seus recentes e futuros leitores!
Falem comigo! Hahahahah! É sério, gente! Me contem o que acharam dos livros, me chamem inbox, no face ou onde quiserem! Adoro bater papo com leitor e juro que não sou daquelas escritoras chatas ou esnobes! Adoro também saber da vida dos leitores, ideias pra cenas e histórias sempre podem surgir de um bate papo! 


Gostaria de agradecer muito por ter nos cedido seu tempo e respondido a entrevista com tanto carinho! Logo logo traremos resenha de alguns livros dela, fiquem atentos!

Até a próxima e tenham ótimas leituras!

Beijos

28 comentários

  1. Bom dia, que delícia de entrevista! Imagino que seja complicado mesmo escolher o preferido entre seus livros. Não li nada da autora ainda, mas vou ver algo para conhecer a escrita dela.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,
      Nunca é fácil mesmo... hahahahaha. Depois que ler me conta o que achou! Adoro trocar ideias com os leitores! Bjos

      Excluir
  2. Adoro conferir entrevistas, porque a gente acaba conhecendo melhor a autora ou autor e isso é muito legal. Gostei de poder conferir sua entrevista e conhecer melhor sobre a autora, está de parabéns.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá Raquel, tudo bem? Eu não conhecia essa autora mas, amo ler entrevistas justamente por causa disso, é uma grande oportunidade que temos de conhecer mais sobre eles.
    Espero que o mundo literário abra cada vez mais as portas para as mulheres crescerem nesse meio.

    Beijos e Abraços VIVI
    http://resenhasdaviviane.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Adoro ler entrevistas, é uma forma deliciosa de conhecer novos autores!
    Ainda não conhecia a autora e fiquei bastante curiosa com suas produções, buscarei mais a respeito.

    bjs
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Beta!
      Se ler algo meu depois me conta o que achou! Adoro trocar ideias com os leitores!
      Bjos

      Excluir
  5. Olá. Entrevistas são interessantes para conhecermos o ponto de vista do outro.

    Sobre livros, eu antes tinha um nicho de gêneros preferidos maior que hoje... Acho que com o tempo vamos ficando mais seletos.

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza! A gente começa a ficar mais seleto e também acaba, ás vezes, enjoando de um determinado gênero. Tem fases! Hahahahaha!
      Bjos

      Excluir
  6. Olá,

    Eu acompanho o blog da Lu e sou apaixonada pelos escritos dela, porque transpira realismo e aquela melancolia e romantismo na dosagem certa sem aquele excesso da última geração do Romantismo e aquele Realismo cru e frio.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai MEU DEUS!!!! Que lindo! Tem olho em uma lágrima aqui... Obrigada, gata! Que lindo entrar aqui e ver um comentário assim!
      Bjos e obrigada pelo carinho!

      Excluir
  7. Adorei participar da entrevista e tenho que agradecer imensamente o carinho desse blog comigo! Ás vezes eu me atrapalho, demoro a responder e ainda assim vocês não desistem de mim! Obrigada!!! Bjos

    ResponderExcluir
  8. Nossa, que bacana essa entrevista. Gostei muito da autora, ela parece ser uma pessoa gente boa demais, e penso como ela no tocante a trazer a escrita para pessoas comuns, gosto também de fantasias, mas confesso que leio muitos livros cheio de idealizações (dá pra suportar, mas se forem mal desenvolvidas eu detesto) e sinto falta do gosto do real, do cotidiano, da verdade na personalidades das pessoas e na forma delas viverem. Perai que já vou procurar por ela!

    Beijos da Yana,
    Marshmallow Com Café

    ResponderExcluir
  9. Que entrevista maravilhosa. Não conhecia a autora, mas lendo duas respostas deu pra sentir que é a simpatia em pessoa. <3

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  10. Oi Raquel, sempre é bom saber um pouco mais sobre o cotidiano e história de vida de nossa geração de escritores... Muito bom conhecer Luisa. Parabéns.

    Nara Dias
    Viagens de Papel

    ResponderExcluir
  11. Ai que amor! Nao a conhecia mas já amei, concordo com ela, gosto de histórias de pessoas comuns, que a gente acha que vai acontecer com a gente, isso me deixa tremendamente encantada e me faz ficar um pouquinho mais otimista com a realidade haha adorei a entrevista!

    ResponderExcluir
  12. Oii Raquel

    Adorei essa entrevista, achei muito inteligente e bem elaborada, quando tu perguntou se ela tinha vontade de reescrever um livro, achei bem legal, é uma pergunta que não costumo ver muito em entrevistas com autores e super válida, eu sou curiosa pra saber isso de vários autores. Legal saber que a Luisa lida bem com críticas, sinal de humildade de quem está aberta a aprender, a melhorar, admiro demais isso. Sucesso pra ela.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Que legal a entrevista! Eu ainda não conhecia a autora, mas ela me pareceu ser bem simpática e apaixonada pelo que faz. Além disso, achei bem interessante perceber que, apesar de todos os livros dela serem romances contemporâneos, eles são bem diferentes uns dos outros.
    Só senti falta no post de uma introdução no post falando sobre quem é a autora e quais são os livros que ela já publicou. Como eu ainda não a conhecia, fiquei um pouco perdida.
    De qualquer forma, adorei a entrevista e achei suas perguntas muito pertinentes.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Sou o oposto da autora. Ela gosta de histórias reais, eu da fantasia. Então não fiquei com muita vontade de ler os livros, mas desejo sucesso a ela! Esse drama com cenas de violência feitas de acordo com relatos reais deve ter ficado super forte.

    ResponderExcluir
  15. Olá, que entrevista maravilhosa! Não conhecia a autora, muito sucesso a ela sempre, me parece ser uma grande escritora.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Que entrevista legal, Raquel. É sempre bom conhecer novos autores. Desejo a ela sucesso na carreira.

    BJO

    ResponderExcluir
  17. Oi, Raquel. Eu conheço a Luisa há algum tempo, mas ainda não pude ler alguma de suas obras (mas não falta vontade, falta é tempo mesmo). Achei bem legal a sua entrevista e gostei de conferir as respostas dela.

    ResponderExcluir
  18. conheço a autora pelo blog e gostei bastante da entrevista dela, serena, direta e simples, do jeito que tem que ser. desejo sucesso para ela como autora e em todos os seus empreendimentos.

    ResponderExcluir
  19. Olá Raquel,
    Conheço a Luisa por seu blog, pelo que me lembro, e gosto muito da forma como ela escreve. Fiquei muito contente por conhecê-la com mais profundidade com essa entrevista linda que você fez. Ao contrário da Luisa, eu já quis mudar algum livro, cena ou final. Eu achei muito legal sua pergunta da crítica e acho que mais autores deveriam ser assim.
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir
  20. Olá
    Adorei a entrevista, concordo com as falsas críticas, tem gente que não pode ver um livro vendendo bem e vai lá sabotar. Teno muitos ebooks e muitos que nem sabia que tenho, fui procurar pelo nome da autora e tenho 10 ebooks!!! Até assustei kkkkkkk, leio devagar pelo app do kindle , mas assim que comprar o meu leitor ai ninguem me segura.
    Bjus

    ResponderExcluir
  21. Olá!

    Amei a entrevista das perguntas até a doçura da autora para responder. Eu não conhecia a Luísa, mas já adorei o jeito dela, vou procurar seus livros com toda a certeza, pois fiquei mega curiosa para conhecer seu trabalho e ela ter indicado a Andreia Evaristo só me mostrou que a leitura dos livros dela vai funcionar. Beijos

    ResponderExcluir
  22. Olá eu amo ler entrevista de autor pois a gente conhece mais sobre eles.

    ResponderExcluir