[Resenha] As sombras de Arkron - Diego Canuto

Olá queridos leitores, como vocês estão? Sentindo falta de alguma resenha da Editora Skull? Então continue lendo e venha descobrir mais um universo incrível que encontrei no livro "As sombras de Arkron", do autor Diego Canuto!



As sombras de Arkron
Autor: Diego Canuto
Editora: Skull
Ano: 2018
Número de páginas: cerca de 300
Adicione no Skoob

Resumo

Silêncio. Trevas. Caos. Morte. Sombras vindas dos céus se transformam em monstros nunca vistos, e começam a matar as pessoas do vilarejo que, em pânico, correm desorganizadamente para tentarem se salvar. Em vão. E tudo isso é visto e narrado por um homem misterioso, que salva um garotinho desacordado.

Após esse prólogo, nós conhecemos Rirk, um garotinho animado e inocente que mora na fazenda com seu pai, sua mãe e seu meio irmão, Alon. Seu melhor amigo, Leone, é o príncipe do reino e o acompanha no festival para conhecer seu maior ídolo, Narder Sige. No dia do grande evento, ele tem suas expectativas frustradas quando vê quem realmente é o herói, e após trocar algumas palavras com ele, culpando-o por sua desilusão, Narder faz um acordo com o pequeno e lhe entrega uma adaga, dizendo que dentro há um demônio, e que se ele tivesse a coragem para invoca-lo, saberia tudo o que aconteceu ao seu herói.

Entretanto, as coisas não acontecem da forma esperada, e por causa do ódio e da rivalidade nascida em sua família, Alon arma um plano para que uma catástrofe acontecesse, e isso custou caro ao pequeno Rirk. Sentenciado injustamente à morte, o garoto acaba se salvando por muito pouco com a ajuda do responsável por lhe entregar o artefato que causou todo o problema, voltando a selar o demônio.

Anos se passam, e Rirk agora se tornou um jovem guerreiro, aprendiz de Narder Sige, que lhe diz existir um artefato que aparece apenas em lendas, capaz de fazê-lo voltar ao normal, e ele parte em busca do lugar onde reside o objeto, a Fortaleza Flutuante.

No meio de seus preparativos, dentro de uma taberna, ele escuta a conversa logo atrás de sua mesa, de três jovens que estão atrás do mesmo lugar, e após um encontro pouco amigável, uma missão, um pouco de perigo e muitas risadas depois, Rirk acaba se juntando à Cyara, Cain e Erlorn em busca da fortaleza.

O que eu achei

Eu não sei se vocês sabem, mas quem já acompanha o blog deve saber que eu estava morrendo de vontade de ler esse livro desde dezembro do ano passado (sim! faz muito tempo, haha), e estou muito feliz por finalmente terminar de ler.

Em uma aventura que vai te fazer se sentir dentro de um RPG ao melhor estilo Dungeons&Dragons, Diego vai nos conduzindo pelo incrível mundo de Nelim, entre seus reinos e vilarejos, e nos apresentando a anões com pouca paciência, magos misteriosos, pessoas de bom coração, mas também aquelas que não pensam nem uma segunda vez para falar mal dos outros e rir de suas costas.

Um ponto muito forte dessa leitura foram as batalhas. Elas são bastante dinâmicas, e por vezes até me esquecia de respirar, haha. Espadas, martelos, arcos, magia, garras, dentes, tudo é válido. E são muitas, podem ter certeza de que não irão ter carência de ação nessa aventura!

Outras partes do livro são bem engraçadas, e muito bem colocadas para dar aquela respirada durante as passagens mais pesadas. Saber como balancear a história é sempre muito importante, porque de outra forma eu já estaria em uma ressaca literária.

Dentre o quarteto de viajantes, é claro que sempre acabamos nos apegando à algum deles,  e venho aqui dizer que Cain foi o integrante para quem eu estava torcendo hahaha. Muito provavelmente por ser uma pessoa bem centrada, ter cabelos prateados (amo) e ser um arqueiro mágico (amo em dobro). Mas em questão de personalidade, acredito que Erlrorn ganhou meu coração com aquele jeito piadista e despreocupado de levar a vida e as situações que ele enfrenta. Me diverti muito, especialmente na passagem em que ele nos conta uma história.

É claro que os outros dois integrantes não deixam de ser muito interessantes também! Rirk com a sua audácia e ingenuidade, típica da maioria dos heróis, e que esconde um grande segredo e um passado obscuro. Cyara, a única mulher do grupo é provavelmente a mais forte e corajosa. Ela não pensa duas vezes em ajudar seus amigos, sabe colocar todos na linha e ao mesmo tempo tem seu lado compreensivo e gentil. É uma personagem muito misteriosa também, e eu queria saber um pouquinho mais sobre ela.

O mundo é bastante extenso e diversificado, lugares onde há festivais, muita alegria, estalagens, florestas sombrias e perigosas, montanhas, e até mesmo a fortaleza flutuante. Imagino que é um mundo que tem muito a se mostrar, e espero isso mais para a frente nos próximos livros (espero que tenha mais livros, por favor!). Uma coisa que eu gostaria muito que fosse explorado também é a diversidade de raças. Eu gosto muito de ver isso em fantasias, mas acho que isso depende de qual é o ponto que cada autor quer explorar.

Quanto à escrita, posso dizer que ela é muito simples e bem construída. Como disse logo no começo, Diego soube guiar direitinho, sem acabar se perdendo em meio a detalhes e pontos secundários, embora tenham tido momentos em que eu acabei me confundindo um pouco, especialmente entre uma passagem e outra de cenário ou ação, para mim acabou ficando corrido demais.

As sombras de Arkron é uma fantasia com um potencial enorme, e já mostrou seu esplendor logo no primeiro livro, nos prendendo em um prólogo sombrio para então voltar no tempo e mostrar o todo caminho para ter chegado aquele momento derradeiro em Nelim, com um gancho que vai te deixar louco atrás do próximo, assim como eu. Além da aventura em si, o autor passa por alguns temas muito delicados, como o preconceito. Eu deixo este convite para que você venha, se encante e se apavore ao deparar-se com As sombras de Arkron.

Nota:

Adquira (em pré-venda até dia 15/07):


Vocês curtem fantasia? Eu amo. Me indiquem aqui algumas! E se querem ver mais resenhas assim, não esqueçam de nos seguir e assinar a nossa newsletter, para serem notificados sempre que tiverem novidade!

Até a próxima e tenham ótimas leituras!

Beijos,


3 comentários

  1. Adoreeeei. Parabéns pela resenha tão clara e objetiva. Aguça bem a vontade de ler dos leitores ❤

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Pela resenha maravilhosa Raquel

    ResponderExcluir
  3. Oi Raquel, tanto Vivi quanto vocês aqui do Conta-se Um livro estão empolgadíssimas com esse livro e por isso me deixaram muitooo curiosa! Estou doida para ler também e conhecer as aventuras dessa fantasia!

    Beijos da Yana,
    Marshmallow Com Café

    ResponderExcluir